Congreso, coloquio o simposioInfoling 2.3 (2020)

Título:Até às raízes da lusofonia
Entidades organizadoras:Universidad de Gante; Instituto Camões; Eimbaxada de Portugal na Bélgica
Lugar de celebración:Gante, Bélgica
Fecha de celebración:6 de marzo de 2020
Circular Nº:1
Contacto:Renata Enghels, renata.enghels@ugent.be
Descripción

É possível mapear e identificar as raízes do que chamamos “lusofonia”? Será que estas raízes incluem não apenas a herança greco-latina, por via europeia, mas também (rizomas) judaicos, visigóticos, islâmicos, indígenas, africanos, asiáticos? Como se manifestam hoje na lusofonia, e de que forma? Como podemos encontrá-las nas Ciências Humanas, sobretudo na Linguística e Literatura? Que estratégias de assimilação, dissimilação e sobreposição destas diversas origens podem ser identificadas, e o que significam? A partir da Linguística e da Literatura, abrindo o leque de análise à História e aos estudos culturais, este colóquio lusófono organizado pela Universidade de Gent com o apoio do Instituto Camões pretende desenterrar questões e abrir novas dinâmicas de interpretação, contribuindo para uma visão mais alargada do que consideramos ser a Lusofonia, procurando ir mais além de categorias impostas pelo passado colonial.


Inscrições obrigatórias para: pedro.senalino@ugent.be

Área temática:Lingüística románica, Sociolingüística
Programa

10h30-11h00 – Pausa para café


11h-12h30: Primeira sessão plenária: Linguística
11h – 11h30 - Políticas Linguísticas e Mecanismos de Manutenção do PLE e suas culturas: a bilateralidade Portugal/ Brasil na difusão do PLA/ PLE


Alexandre Ferreira Martins (Université Poitiers, France)/ Maria Micaela Ramon (Universidade do Minho, Portugal) / Mariana Killner (Universidade do Minho, Portugal)


11h30 – 12h00 – A cooficialização de línguas em municípios brasileiros: uma ameaça à lusofonia?
Fernanda Castelano Rodrigues (Universidade Federal de São Carlos – Brasil)/ Flávia B. M. Hirata-Vale (Universidade Federal de São Carlos – Brasil)


12h00 – 12h30 –Vidas em trânsito: a narrativa de Dois irmãos sob perspectiva semiótica
Cinthia Paes Virginio (Universidade Federal Fluminense, Rio de Janeiro - Brasil)


 


12h30-13h30: almoço (a cargo da organização)


 


13h30-14h15: Dois escritores refletem sobre a Lusofonia: leitura e entrevista
Ana Pessoa (literatura infanto-juvenil)
Francisco Ribeiro Rosa (romance)


14h15 – 16h15: Segunda sessão plenária: Literatura e História
14h15 – 14h45 - As raízes insulares da singularidade de João Vário 


Maria Sofia da Silva Santos (Universidade de Cabo Verde – Mindelo)


14h45 – 15h15 - Reconstrução de uma identidade estilhaçada: Um defeito de cor de Ana Maria Gonçalves
Leonor Lourenço de Abreu (UCLouvain-la-Neuve)


15h15 – 15h45 -Escrituras aquáticas e raízes lusófonas: o que dizer de seus frutos?
Wilson Alves Bezerra (UFSCar – Brasil)


 


15h45 – 16h15 –Pausa para café


 


 


16h15 – 16h45- Editorship and Modernity. The Portuguese Periodical Sociedade Futura (Lisbon, 1902-1904). 


Christina Bezari (Ugent)



16h45 – 17h15 – O ministro panfletário: o Marquês de Pombal revisor e propagandista. Uma análise a partir de manuscritos inéditos da colecção Pombalina.
Pedro Sena-Lino (Ugent)


 


17h15 – 18h15 – Conferência de Encerramento: Raízes coloniais e pós-coloniais da Lusofonia


Ana Paula Ferreira (University of Minneapolis, EUA)


 


18h30-20h – Jantar volante (reservado aos conferencistas e organização)

Comité científico

Pedro Sena-Lino, Universidad de Gante


Renata Enghels, Universidad de Gante


Carina Gaspar, Eimbaxada de Portugal na Bélgica; Instituto Camões

Comité organizador

Pedro Sena-Lino, Universidad de Gante


Renata Enghels, Universidad de Gante


Carina Gaspar, Eimbaxada de Portugal na Bélgica; Instituto Camões

Lengua(s) oficial(es) del evento:

inglés, portugués

Remitente:Renata Enghels
Institución: Universidad de Gante
Correo-e: <renata.enghelsugent.be>
Fecha de publicación en Infoling:2 de febrero de 2020